R J Cardoso, o poeta de Santa Cruz

Poesia de Amor

Textos

Defenocivos
O tal de Jair ordinário
Presidente da nação
É mesmo contra a vida

E não tem compaixão
No M da agricultura
Empossou senhora veneno
Que do povo não tem pena.

Liberou 160 "defenocivos"
Para esse povo sofrer
De preferência durante
Toda vida e de câncer morrer
Provocado por pestinocidas.
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 16/07/2020
Alterado em 16/07/2020


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras