R J Cardoso

Poesia de Amor

Textos


À luz da cidade

No silêncio a cidade dorme
No relento acha-se o mundo
No coração dos aflitos lágrimas
Em vão.

O pensamento entoa a felicidade
Na chegada da noite há paz aparente
Vida que segue no extremo dos sonhos.

Se aposta na inteligência humana
Porém, a maquina é mais precisa
A luz do encanto.

Vem o prelo e fala de coisas reais
Ou inventa algo...
Entre precipitações e vendavais.





Obs. Publicado no Recanto das Letras em 14/05/2013
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 16/05/2018
Alterado em 16/05/2018


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras