Textos




Rapunzel

Não te deixarei na difícil estrada
Afirmo, por nada neste mundo
Prendo-me na elevada ilusão
Nas asas leves do velho mundo.

Longa a estrada, talvez infinita.
As léguas que de ti me afastam
Vislumbram saudade profunda
Que tuas longas tranças cogitam.

Saudade não é agouro, me calo
Falo para Deus e para mundo
Que te amo mais que tudo...
Nas asas leves do velho mundo.

Encerro neste grande chão de estrelas
Mirabolante sentimento de fé
Para aliviar encanto de minha alma
No decrepito mundo, vida bela.
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 14/05/2018
Alterado em 16/05/2018


Comentários


Imagem de cabeçalho: inoc/flickr