Textos


Olhar

Aquele olhar foi gesto veloz
Da primavera lírica, de verdade.
Mistério incólume do tempo
Na visão colorida do amor
No chão de estrelas imaginado
Botão de flores abre-se ao vento
Encanto de fato na visão do sonhador.

Aquele olhar foi gesto veloz.
Canto que não se canta mais.
Trinado de núbil mina
Da treva, apenas surgido,
Na hora sagrada no gorgeio das aves.

No jardim canção por entre flores
O amor nos convida
Para o sono tranquilo
Até que surja nas frestas o olhar estático da aurora.
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 23/04/2018
Alterado em 23/04/2018


Comentários


Imagem de cabeçalho: inoc/flickr