R J Cardoso

Poesia de Amor

Textos


Campo da vida

Resolvi fazer poesia assim
Descontraidamente,
No esquecimento,
Com o hoje sorrindo pra mim.

Não quero olhar para trás
Como antes à rebeldia
Na poesia o choro é ardente
E não rende qualquer valia.

Só não vou deixar de amar
Seja na terra ou no mar
Desse amor estrela presente
Nos corações a brilhar.

Nos campos de concentração da vida
Ao amor eu vou pedir paz
As temidas desavenças
Esquecidas e a dor da tortura nunca mais.

 
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 13/02/2018
Alterado em 14/02/2018


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras