R J Cardoso

Poesia de Amor

Textos


Só Jesus na causa

Loja vazia, jazia doze vendedores
Que cheios de amores nada faziam
Pareciam rufiões na praça de alimentação
Naquele dia a comemorar o nada.

Nada de sorriso, não era preciso,
Não havia fregueses a flertar vitrine
Ao que se destina o comprador,
Porém, emprego no lugar não havia.

A rua deveria estar deserta,
Caminhava o povo pra lá e pra cá
Calçadas abarrotadas de camelôs
Pena, ninguém podia comprar.

Lá longe tocava Aline Barros,
Nas proximidades Aleluia, Aleluia.
O Cuitelinho na árvore
Do Cio da Terra a reclamar
O canto de louvor o instante encerrava.

 - Sorria! Dizia: “Jesus te ama”
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 11/02/2018
Alterado em 13/02/2018


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras