R J Cardoso

Poesia de Amor

Textos


Teu nome é AMOR
(Foi um Rio que passou em minha vida)

Hoje não vou fazer poesia
Porque o dia amanheceu poético
E o sentimento meio cético
Diante de tanta sofreguidão.

Já nem sei se o bem o mal existem
Sem um dos dois não vivo
Ativo a memória do tempo ido
E o trem da saudade me consome.

Eu nada ouço além do barulho das ruas
Que atua no sentido inverso da alma
Peço calma, mas não sou atendido
Por ser preterido na minha apelação.

O tempo me deixa em metamorfose
Diante da significância dos atos
Probo da tentação dos homens
Cujo nome devora minha alma.

E, por fim, não vou fazer poesia
Pois o dia amanheceu lindo
Sorrindo lá no pão de açúcar
No Corcovado, e no Cristo Redentor.


Salve! Salve! Cidade Maravilhosa!
Teu nome é AMOR!
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 03/02/2018
Alterado em 03/02/2018


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras