R J Cardoso

Poesia de Amor

Textos

No balanço das águas

Nosso amor só começa
Se não inquirir o fim.
Me ames agora
E se aposse de mim .

Nenhum começo sabe o fim
Na clave do amor
Está a beleza do sonhar
Contida em mim.

Quando só te chamo
Estrela viva,
Lábaro ao vento.
Asas da garça
Que as manhãs cinza atêm.

No intimo encanta
E nina minha paz.
Quero esse sossego teu 
Longe de ti não estou
Portanto não antevejo o fim.

Em ti me encontro
E me acho.
Cujo voo levanta
A sonhar
Passa livre efêmero pássaro
Porque o brilho que reluz em mim vem do teu olhar.
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 19/01/2018
Alterado em 20/01/2018


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras