Poesia Amor

Vida, presente de Deus

Textos


Evolução

E lá vinha eu menino correndo
De fisionomia agitada
Alegria no olhar
Rosto cheio de esperança
E lábios doces de mel.

De mãos fortes, quentes e vivas
Que se moviam na rapidez de um raio
E um coração que se mostrava
Aos amantes da vida e do amor.

Aos poucos fui me mudando
Mudança simples e certa
Que todo ser se obriga aceitar
Entender e não perguntar
Onde ficou a minha mocidade?
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 07/08/2017
Alterado em 13/08/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras