Textos


Súplica do carioca

Permita Deus que este amor me seja fiel
Tarde talvez é meu sentimento!
Cujo tempo não desanima
O cansaço finito espera o melhor momento

Permita Deus que nessa espera eu não padeça
Que eu vá à luta por este objetivo
Há uma luz de neon na comunheira da casa azul
Onde a divindade supostamente habita.

Permita-me ainda que eu veja o por do sol
E imagine um mundo melhor
Aprenda a cada dia a acudir o irmão
Que perambulando na desavença da vida vai.
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 29/07/2017
Alterado em 01/08/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: inoc/flickr