Textos


Sericita 54 Anos

Nas montanhas repousava o calmo nevoeiro
Coração de alegria transbordava
A vislumbrar sonhos primeiros
No instante célere de encantamento,
Com os quais pela primeira vez eu deparava
Pedra Bonita, Pedra de Santana,
Serra do Caparó, Serra do Brigadeiro
Só pelo nome já dava para gamar
No pensamento bela flor, bela morena
Bela paz, bela harmonia entre lavrador e forasteiro.
Homens que a poeira seus pés cobria
Que o verde contemplavam, que a vida
Valorizavam e brincavam de João do Mato
Como voce eu... Sericita de casas enfileiradas,
De João Mariano de Queiroz, João Arantes e seu Leleco;
Zoca sério e calado atrás dos óculos e do bigode,
Mas por todos idolatrado...
Às cinco da manhã cascos do burro
Nos paralelepípedos retiniam... Ave-Maria!
Em pensamento eu via bela flor, bela morena
No templo para o dia começar...
Eu menino não sabia o que dizer
E até hoje não sei bem o que falar.

(*)Sericita Cinqüenta e Quatro Anos de emancipação
E eu aqui carregado de emoção aprendendo o bê-á-bá.
(*) Sericita: Cidade situada na zona da mata de Minas Gerais
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 18/07/2017
Alterado em 25/07/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: inoc/flickr