Poesia Amor

Vida, presente de Deus

Textos


Bichano

Verdes olhos... Olhos verdes
Mata atlântica intacta
Vales do amor profundo
Onde mais se ataca.

Cachoeiras dos amores
No tempo regando flores
Sensitivos de bondade
De verdade sonhadores

Repetitiva voz escuta-me
Se não puder me ouvir.
Teu beijo tácito me ilude
Teu amor me faz sorrir.

Se a noite indicar saudade
Logo o amor irá surgir
No retinido das aves
Que de lá gorjeiam aqui.

Tépido sereno do dilúculo
Indica dia flóreo de flores.
Sussurro da madrugada
Nos arrebóis de esplendores

Tempo áureo de sérios amores
De beleza tão antiga
Descalabro da tristeza
E de contentamentos compensadores
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 02/05/2017
Alterado em 02/05/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras