Poesia Amor

Vida, presente de Deus

Textos


Alvorada

Manhã de sol,
O que dizer para o meu sentimento
Que às vezes maltrata
Outra acarinha
Isola ou me insere na multidão?

Faz do amor verdade
Da vida um deserto
E da distância uma paixão

O que dizer,
Se nada tenho a dizer ao futuro?
Passado sem lamento
Invencível sentimento
A resistir o tempo
Nesta saga a procrastinar o amor.

A disposição os girasóis de Van Gogh.
O amor de Romeu e Julieta
Já não praticado nestes tempos
Asco invisível da vida
Enquanto este amor rejuvenesce.
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 16/04/2017
Alterado em 16/04/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras