Poesia Amor

Vida, presente de Deus

Textos


Faróis Divinos
(Meu Rio de Janeiro)

Faróis iluminam a imensidão do mar
Ondas brilham na expansão da batida
A calma cura a alma até então ferida
E na imensidão a fé e o amor mar-a-amar

Lenço branco muito longe a abanar
Alude com clareza certa despedida
Vozes em silencio à orla estendida
Fazem a pura verdade se alastrar
Apieda-se na areia vida banalizada

Os faróis que o amor alimentam
Acendem e anima Copa Atlântica avenida
É o Rio lugar por todos nós pretendido
Até então soturno e de vida complicada
Com seu fulgente amor de alegria ungido
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 10/04/2017
Alterado em 12/04/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras